Alunos de Araxá participam de ações de educação no trânsito

09-10-2019

Durante todo ano, a Prefeitura de Araxá, através da Secretaria Municipal de Segurança Urbana e Cidadania, investe na educação no trânsito para crianças e adolescentes da cidade, seja estudantes da rede municipal, estadual ou particular de ensino. Cerca de 3 mil crianças e adolescentes de 2 a 18 anos já passaram pelos ensinamentos da Assessoria de Trânsito e Transporte (Asttran). Recentemente, o Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei), Maria das Dôres Faria da Fonseca foi um dos contemplados com o projeto no ginásio do Centro Esportivo Educacional Pedro Bispo (antigo CSU), que fica anexo a instituição de ensino.

A equipe da Asttran representada pela educadora de trânsito, Aline Cândido, sempre acompanhada por guardas patrimoniais, levou aos estudantes uma pista similar de tráfego de veículos e explicou o que pode ou não pode fazer o pedestre e o motorista. As crianças recepcionaram a equipe com fantasias alusivas a automóveis e deixaram o momento muito mais divertido. Entre os alunos, tinha o Gabriel Spinelli, de 4 anos, que revelou um sonho. “Quero ser um agente de trânsito para ajudar a cuidar das pessoas”.

Mãe de Lavínia, de 4 anos, Letícia Cristina Monteiro, classifica o trabalho como muito bom para as crianças. “Incentiva eles a serem cidadãos melhores e passem a orientar os pais na direção. É importante que a Prefeitura olhe pela segurança da nossa cidade”. Para a professora e supervisora pedagógica do Cemei, Keila Barbosa Petronilho, o trânsito faz parte da vida cotidiana da criança. “Quando a equipe da Asttran vem na escola, eles se sentem importantes e verdadeiros cidadãos participantes do trânsito”.

De acordo com a educadora da Asttran, Aline Cândido, o projeto de educação infantil quer mostrar que a segurança no trânsito começa desde os primeiros anos de vida. “Trazemos para finalizar a atividade, a viatura da guarda patrimonial ou da fiscalização de trânsito para as crianças. A gente aproveita também para fazer o Dia do Abraço que é quando nós abraçamos as crianças e mostramos com carinho e afeto que elas não precisam ter medo do agente de trânsito. Seguimos um cronograma para atender todas as escolas da nossa cidade, conforme a nossa agenda e sempre é intensificado nas semanas municipal e nacional de trânsito”, concluiu.

ASCOM PMA